Descobrindo seu chamado II

Decobrindo meu chamado

No primeiro artigo desta série, falamos sobre porque nós servimos ao nosso Deus. Servimos a Deus porque O amamos, e o amor que recebemos d´Ele nos constrange e por isso nos colocamos à Seu serviço. E a segunda razão que conversamos no artigo passado, foi que servimos ao Senhor porque isto é um privilégio. No artigo de hoje quero falar um pouco sobre os nossos dons.

Primeiramente, precisamos entender que cada um de nós tem um dom ou vários dons que nos foram dados por Deus. O dom é um presente, é uma graça concedida dos céus. Conheço muitas pessoas que acham que não possuem nenhum dom! Isso não é verdade! Cada um de nós recebeu de Deus essa graça, esse presente!

Vamos para a Palavra de Deus? Ela deve ser a base de todas as coisas em nossa vida, e minha opinião seria totalmente inútil se não tivesse um embasamento bíblico para ela. Dê uma lida no que o apóstolo Paulo diz em Romanos:

Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada (…) use-o na proporção da sua fé (Romanos 12:6)

O que vemos neste versículo?

1)Dons diferentes

Primeiramente que TODOS nós temos dons, como já dissemos, mas que estes dons são diferentes! Uns tem dom pra música, outros pra dança, outros pra cozinhar, outros pra organizar coisas, outros pra limpar, outros pra pintar, outros pra esculpir, outros pra desenhar, outros pra falar em público, e por aí vai.
Estamos sujeitos a um grande problema, e inclusive a um pecado, quando começamos a comparar nosso dom com o dom de outras pessoas. Isso gera em nós inveja, ciúme e um sentimento de inferioridade. Precisamos entender que cada pessoa é dotada de uma forma diferente. É algo que lidamos constantemente em nossa vida.
Muitas vezes podemos deixar de exercitarmos o nosso dom em plenitude, aquilo que fazemos de melhor, aquilo que ninguém faz como a gente, porque insistimos em buscar o dom de outra pessoa.
Quando entendemos qual foi o dom que o Senhor nos deu e passamos a exercitá-lo, experimentamos um sentimento de alívio e de que estamos no lugar certo. E assim, vamos nos libertando do ciúme e inveja! Em dias tão competitivos que vivemos, precisamos sempre trazer uma verdade à nossa mente: ninguém pode roubar o lugar que Deus tem pra mim e pra você!

2) Graça

O nosso Deus é um Deus maravilhoso! Ele não nos deu simplesmente os dons e nos mandou “nos virarmos” com eles. Mas o Senhor, além de nos conceder dons, nos concede a graça para usá-los! Uau!
Muitos tentam usar seus dons nas suas próprias capacidades, e essa é a principal razão de muitos se sentirem fracassados e cansados. Mas existe uma graça sobrenatural disponível pra mim e pra você quando vamos exercer o dom que o Senhor nos deu.
Já vivi isso em minha vida. Lembro-me de algumas vezes quando estava no processo de escrita do meu livro “Mergulhando na Adoração”, e eu sabia o tema que precisava escrever sobre, mas nada me vinha à mente. Então eu orava, e em pouco tempo o Senhor trazia ao meu coração como eu deveria abordar aquele assunto.

3) Usar

O apóstolo Paulo nos fala sobre usar o dom! Parece desnecessário, mas não é, não! Quantas pessoas têm tantos dons e não os usam! Guardam, escondem, sentem vergonha, tem medo de serem rejeitadas, enfim, e por aí vai.
Lembram-se das parábolas dos talentos em Mateus capítulo 25? O que foi repreendido pelo senhor foi aquele que enterrou o seu talento. O que você tem feito com aquilo que Deus tem te dado? Será que você tem enterrado os talentos que o Senhor tem colocado na sua vida?
Muitas pessoas sofreram rejeição, foram decepcionadas, magoadas e essa é a causa de enterrarem seus dons e talentos. Mas quero encorajar você a desenterrá-los, e com a graça e ajuda do Senhor, começar a usar os seus dons novamente.
Infelizmente, estamos sujeitos a sermos rejeitados, magoados e a sofrermos decepções. Mas precisamos aprender a dependermos de Deus e a continuarmos, acima destas coisas que vem nos afrontar.

4) Na proporção de fé

O último aspecto que quero ressaltar neste artigo, é que cada um de nós tem uma medida de fé pra usar o seu dom. Isso significa que cada um de nós está em um estágio diferente da vida cristã, e temos chamados diferentes, e por isso, Deus vai trabalhar conosco de forma pessoal e individual. A direção que Ele dá pra alguém, não vai, necessariamente, servir pra mim. Cada um de nós tem uma porção de fé diferente pra usarmos o nosso dom! Siga a direção que Deus colocou no seu coração, e não fique se comparando com a direção que Ele deu a outras pessoas.

Conclusão

Espero que você esteja sendo abençoado através do que estamos discutindo nestes artigos, e que você possa refletir sobre cada um dos aspectos tratados aqui. Se você quiser, compartilhe o que Deus está falando com você, isso me encoraja muito e encoraja outras pessoas também em suas vidas e ministérios. Na semana que vem, vamos falar sobre como podemos usar os nossos dons e como descobrir o dom de Deus em nossas vidas.
Quero indicar também um livro que muito me abençoou e que é minha base pra esta série de estudos até aqui, que é o livro “Senhor, em que posso Te servir?” de Marcos Witt, publicado pela editora W4. Se você puder, adquira e leia este livro e tenho certeza de que você será muito abençoado.

No mais, que Deus continue derramando Sua graça sobre nós. Até breve!

 

Renato Marinoni
Autor do Livro: “Mergulhando na Adoração”
Ministro de louvor, professor do CTMDT e palestrante.
twitter.com/renatomarinoni

Compartilhar:

11 respostas para “Descobrindo seu chamado II”

  1. Gerson IBNC Araújo disse:

    Quero dizer que de muitas maneiras o inimigo tenta fazer com que enterremos nossos dons. Conflitos de egos, complexos de minoridade, desvio de funções. Todas são armas utilizadas por ele, pra nos fossilizar. Um grande trunfo contra essas coisas é estarmos sempre em contato com nosso dom. Seja atualizando-se, seja praticando, seja ensinando. Estar em atividade é nos manter em forma. A estagnação torna mais curto o caminho ao desapego e nos faz perder a vontade de executar aquilo que no fundo “amamos”. Sou músico, amo tocar e cantar, mas muitas vezes perdi a vontade de fazê-lo por deixar o inimigo agir. Hoje, graças ao Pai restaurado, sigo no propósito de jamais recuar no meu chamado. Canto, louvo, toco meu violão e dedico a Deus os meus dons, que afinal, ELE deu e só Ele pode tirar. Amém.

  2. ROSE disse:

    ESTOU PASSANDO POR UM MOMENTO DE “CRISE MINISTERIAL” è COMO SE DE UM MOMENTO PRO OUTRO NAO SEI EXATAMENTE QUAL è O MEU CHAMADO. E JUSTAMENTE POR CAUSA DE ALGUMAS DECEPçOES (NAO COM PESSOAS, MAS CIRCUNSTANCIAS) EU NAO TENHO MAIS CERTEZA DO MEU CHAMADO. TENHO ORADO A DEUS PEDINDO CONFIRMAçAO DE ONDE ELE QUER ME USAR, POIS EU QUERO SERVI-LO E COM EXCELENCIA, NAO SUPORTO O MEDIOCRE, PRA DEUS TEMOS QUE DAR O NOSSO MELHOR. ESSE ESTUDO ME FEZ MUITO BEM, E ME DEIXOU COM UMA CERTEZA, O QUE è MEU NAO SERA’ DADO A NINGUE’M, E EU SOU AQUILO QUE DEUS QUER QUE EU SEJA. EU NAO TENHO QUE SER IGUAL OU MELHOR A NINGUèM. PRA DEUS EU SOU E BASTA! QUE DEUS CONTINUE TE USANDO EM NOME DE JESUS. PAZ

    • Leticia disse:

      Oi Rose gostei de seu comentário ,pois me sinto a assim como vc as vezes fico confusa não sei qual é o meu chamado ,fico na duvida sobre e meu dom ,fico muito angustiada pois sei q esta na hora de desenvolve-lo mas tenho muito medo as vezes penso em desistir mas me sinto cobrada por Deus ,não sei como usa -lo sei q esta na hora mas não me sinto preparada …

  3. Marcelo Henrique Moura da Silva disse:

    Estou começando ne um ministério quero algumas dicas

  4. Obrigado pelos comentários, pessoal! Rose, é isso mesmo! Continue orando e buscando em Deus qual é o lugar que Ele tem pra você! Logo, logo, a terceira parte desta série de artigos!

  5. Lillah disse:

    I’m shkoced that I found this info so easily.

  6. Bem, estou sendo muito abençoado pelos artigos, a leitura é de fácil compreensão e sempre embasada na palavra… O bom é saber que Deus tem sempre o melhor Dele para cada um de nós, e que não devemos parar nunca!! Grande abraço…

  7. Amém, Tremendo, Muito Edificado, Que o Senhor derrame mais e mais da sua sabedoria sobre ti Renato e toda Equipe do Apoio Ministerial, Aguardo a próxima postagem sua, Em Cristo (@melk64)

  8. Shalom!Gostei muito do artigo,com certeza nos questionamos sobre os dons e o que fazer…E glória a Deus por sua vida que nos tráz esclarecimento de uma forma simples e objetiva,entendo que isso é mais sério que imaginamos pois seremos cobrados pelo prório Deus acerca do que nos foi dado e me pergunto que argumrnto teremos mediante á um Deus puro e Santo e que seus juizos são perfeitos?Que o Espirito Santo de Deus nos conduza com ousadia de amor que é o maior dom.
    Shalom!!!

  9. edna disse:

    olá gostei muito deste site tirei algumas duvidas mais meu chamado eu ainda não sei por isto as vezes me sinto triste, estou algum tempo servindo ao Senhor mais até agora não sei quais são os meus dons e o meu verdadeiro chamado, espero que eu descubra antes mesmo de minha velhice pois sei que lá é só cansaço e fadiga!

Deixe uma resposta